E as putas da minha rua...

Obrigadinha caros leitores... até fiquei com vontade de escrever sobre a vizinhança... As senhoras da minha rua, não são senhoras de sua casa... exceptuando o horário de trabalho, que é por assim dizer normal! De manhã até ao fim da tarde, lá estão elas, bem vestidas, aprumadinhas e sem decotes à vista. Botinha de cano alto, saia abaixo do joelho, casacos de abafo e cachecóis. Tem ar de quem vai buscar as notas dos filhos à escola. E a maioria leva um saquinho de plástico na mão... que ainda não consegui perceber bem qual o seu conteúdo. Discrição é o que melhor as define. Tirando a parte em que de frente ao supermercado, e aproveitando a vitrine vão se maquiando com inter-ajuda das colegas de trabalho. Mas nem a maquiagem as salvam...São as senhoras meretrizes mais feias que já vi na minha vida!! Juro!! Desconfio que os dragões à meia-noite conseguem ser mais bonitos. As senhoras são todas asiáticas.. tem umas caras espalmadas, os olhos afastados um do outro em quase meio metro, e parece que nem tem nariz! Não sei quem as "traça", mas não me admira que lhe metam um saco preto na cabeça na hora do consumo directo. Já as vou conhecendo uma a uma e já sei quem falta quando diariamente cruzo-me no spot das senhoras... Até já sei que um "pipe" custa 5oeuros. Rubi, a minha vizinhança está por Beleville, mas na mesma linha de metro de Pigalle...

3 comentários:

Ana Margarida Carvalho disse...

Nos tb temos, c'est la vie :)

Sharon den Adel disse...

adorei a descrição das putas da tua rua, e é no minimo surpreendente que nao façam horas extra em horario pos-laboral...a vida corres-lhe bem certamente!! ahaha

Anônimo disse...

Li o seu post e pensei na cancao "Me llaman calle" do Manu Chao
http://www.youtube.com/watch?v=lzZWXUfIyIs